NTM - Núcleo de Tecnologia de São José- SC

O Núcleo de tecnologia disponibiliza aos educadores e demais integrantes da Web este blog com objetivo de divulgar tecnologias que podem auxiliar na educação dos alunos. Postamos também projetos e notícias relativas a rede municipal de ensino de São José, SC. Existem dezenas de postagens e soluções para contribuir no seu dia a dia, vale apena conferir. Você pode traduzir as postagens em vários idiomas!


quinta-feira, 27 de abril de 2017

Design at the Intersection of Technology and Biology | Neri Oxman | TED Talks - Legendado



Designer and architect Neri Oxman is leading the search for ways in which digital fabrication technologies can interact with the biological world. Working at the intersection of computational design, additive manufacturing, materials engineering and synthetic biology, her lab is pioneering a new age of symbiosis between microorganisms, our bodies, our products and even our buildings.

TEDTalks is a daily video podcast of the best talks and performances from the TED Conference, where the world's leading thinkers and doers give the talk of their lives in 18 minutes (or less). Look for talks on Technology, Entertainment and Design -- plus science, business, global issues, the arts and much more.

Cómo diseñamos organismos capaces de resolver problemas | Alejandro Nadra - Legendado


TED en Español

¿Y si pudiéramos crear bacterias capaces de luchar contra enfermedades? En esta charla cautivante, el investigador Alejandro Nadra explica cómo podemos construir estos organismos gracias a la biología sintética, creando nuevas formas de vida diseñadas con un objetivo concreto.

TED Español trae las ideas de TED (Tecnología, Entretenimiento, Diseño) a la comunidad de habla hispana. Suscríbete aquí: youtube.com/tedespanol


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=cCzgouWD6yE

Consejos de un cazador de hackers para que tu smartphone esté protegido - Legendado



elFuturoEsOne
Entra en http://one.elpais.com
Suscríbete a nuestro canal de youtube: http://bit.ly/1JHCOQ1
Síguenos en Facebook: https://www.facebook.com/elfuturoesone
Síguenos en Twitter: http://www.twitter.com/elfuturoesone


Mikko Hypponen es una especie de superhéroe de la seguridad informática. En febrero de 2011 el finlandés viajó hasta Lahore, Paquistán, para entrevistar a los creadores de Brain, el primer virus informático de la historia, que infectó a numerosos ordenadores a través de disquetes a comienzos de 1986. Por aquel entonces, Hypponen era un adolescente que había aprendido a programar a los 13 años con su primera computadora, un Commodore 64. Brain fue el primer virus que analizó para aprender a combatirlo, y su viaje a Lahore 25 años después cerraba un círculo: el que ponía cara a cara a uno de los mayores expertos mundiales en seguridad informática con los iniciadores de un problema que hoy en día afecta a gobiernos, empresas y particulares de todo el planeta.

Como alguien que ha pasado la mayor parte de su vida combatiendo infecciones informáticas y denunciando a las grandes agencias gubernamentales por sus sistemas de control sobre los ciudadanos (en una conferencia afirmó: “Los dos grandes avances de la comunicación de nuestro tiempo se han convertido en las dos grandes herramientas de vigilancia de los gobiernos. Hablo del teléfono móvil y de Internet. George Orwell era un optimista”), la pregunta que más veces ha tenido que responder Hypponen es: ¿cómo puede un usuario normal proteger su intimidad en Internet? La respuesta es desesperanzadora: “Es difícil, reconocía en una entrevista a la web especializada securityaffairs.co. La encriptación ayuda. Los VPN ayudan. Navegar en modo privado ayuda. Borrar las cookies ayuda. No estar logeado en Facebook, Linkedin y Google ayuda. Usar diferentes navegadores también ayuda. Pero no existe el 100% de privacidad online. Desafortunadamente”.

Ante estas declaraciones asusta pensar que algunas de las infraestructuras más importantes para nuestra vida, como redes alimentarias, centros de tratamientos de agua o plantas de energía (por no hablar de los medios de comunicación o el sistema bancario), están conectados a Internet. Y, por lo tanto, expuestos a ataques informáticos. La ciberdelincuencia es un excelente negocio, sobre todo con el crecimiento del comercio electrónico y las operaciones de usuarios con sus bancos a través de los teléfonos móviles. Existe todo un mercado de servicios alrededor de este tipo de crimen porque es muy rentable. Y, al mismo tiempo, los gobiernos de todo el planeta buscan también tener controlados y vigilados a sus ciudadanos, no siempre con buenas intenciones. Afortunadamente hay gente como Hypponen que se niegan a resignarse, ellos son los superhéroes de Internet, que velan para que el resto podamos dormir (relativamente) tranquilos: “Este problema nunca se acabará. Siempre tendremos ataques porque esa gente no va a desaparecer. Es un círculo sin fin, es el juego del gato y el ratón. Sin embargo nosotros no planeamos rendirnos. Nos negamos a rendirnos, vamos a continuar luchando”.

Entrevista y edición: Noelia Núñez, Cristina del Moral
Texto: José L. Álvarez Cedena


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=eVJCOsvFXg0

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Seu produto de tecnologia para educação é uma geladeira ou uma máquina de lavar?

Como a realidade das escolas e secretarias influencia no uso de novas soluções digitais


por Julia Freeland Fisher  


Empreendedores da área de educação adoram falar a respeito de curvas de adoção e uso de seus produtos. É um jeito mais sofisticado de olhar para um conceito básico: a proporção em que uma ferramenta, modelo ou abordagem satura o mercado.

Mais recentemente, essas curvas apareceram em conversas sobre ensino personalizado. À medida em que novos sistemas de ensino tentam customizar seus ambientes de aprendizagem e mais especialistas e financiadores elogiam os modelos de personalização, as pessoas ficam ansiosas para saber: em que ritmo podemos esperar que novas ideias e ferramentas cheguem ao sistema tradicional de educação?

Nem todas as curvas de adoção são iguais. Dependendo das características das ferramentas e os usuários que querem atingir, o arco de adoção pode ser bastante diverso. Uma dessas distinções diz respeito à maneira com que a novidade harmoniza com a estrutura de uma escola tradicional.

Para entender essas diferenças, podemos olhar para dados históricos sobre como consumidores passaram a usar todo o tipo de dispositivos que chegaram ao mercado durante o século 20. Meu colega no Instituto Clayton Christensen, Horace Dediu, pesquisou esses tipos de comportamento para tentar explicar tais tendências e investigar anomalias. No ano passado, ele destacou uma curiosa divergência nos números sobre a adoção de eletrodomésticos. Nos anos 1930, duas inovações chegaram ao mercado dos Estados Unidos: a geladeira e a máquina de lavar.

Geladeiras rapidamente tomaram a dianteira, conquistando quase 90% de adoção até o final dos anos 1950. Mas as famílias subiram muito mais lentamente a curva de adoção das máquinas de lavar, que chegaram ao ponto de saturação do mercado somente ao final dos anos 1990. A hipótese de Dediu é que o fato tem pouco a ver com a avaliação feita pelas donas de casa dos pontos positivos ou negativos de estar com roupas limpas ou bem alimentado. Em vez disso, argumenta, a diferença no ritmo de adoção reflete como cada inovação podia se adaptar às casas e apartamentos da metade do século passado. A maioria dos domicílios tinham tomadas que serviam para ligar diretamente as geladeiras, fazendo com que as caixas de gelo fossem abandonadas. Mas poucos lares tinham os canos e tubulações de esgoto necessários para instalar uma máquina de lavar.
Em outras palavras, as casas daquela época nunca foram planejadas para receber máquinas de lavar. Como resultado, para aproveitar a nova tecnologia, as famílias não tinham apenas que investir dinheiro; mas também que chamar um encanador para instalar os tubos para levar e tirar a água do novo equipamento.

O mesmo pode ser dito sobre várias inovações tecnológicas que chegam ao mercado educacional nos dias de hoje. A maioria das empresas dizem que proporcionam ensino e aprendizagem mais efetivos, eficientes e convenientes. Mas nem todas as ferramentas se conectam às mesmas interfaces, e nem a todas as escolas e salas de aula foram construídas para receber essas inovações. Algumas ferramentas têm se mostrado compatíveis para chegar às salas de aula sem problemas. Por exemplo, ferramentas com tutoriais rápidos, como a Khan Academy, se encaixam em muitas salas de aulas e sem dúvida podem apoiar modelos tradicionais. Essas ferramentas tendem a ajudar alunos a terem melhores resultados em provas ou a superarem dificuldades em um determinado assunto.

Por outro lado, outros produtos ou modelos não podem ser simplesmente conectados à sala de aula tradicional ou à rotina da escola – que tem que mudar ou adaptar sua infraestrutura para acomodar a ferramenta. Por exemplo, modelos como Teach to One ou plataforma de aprendizagem da Summit exigem uma nova engenharia dos processos. Escolas precisam de um novo conjunto de tubos – infraestrutura, cronogramas e até mesmo novas abordagens pedagógicas – para adotar essas inovações e usá-las de acordo com todo seu potencial.

Também é importante notar que, ao contrário dos canos de drenagem, esta reconfiguração das escolas é extremamente complexa e muitas vezes guarda interdependência com as políticas locais, a cultura e as limitações geográficas ou financeiras. Não é surpreendente, portanto, que nos últimos anos surgiram intermediários, como Transcend e 2Rev, que estão entrando nas escolas para ajudá-las a remodelar seus canos e plugues.

O esboço dessas curvas de adoção pode parecer desolador se você for um empreendedor construindo as máquinas de lavar roupa das tecnologias educacionais, ou um investidor com esperança de encontrar modelos disruptivos que tenham adoção rápida. Mas elas também devem nos emprestar uma dose saudável de esperança e realidade sobre o que a adoção parece ser dependendo de quantos ajustes os clientes serão obrigados a fazer a fim de absorver uma nova ferramenta. Elas também devem nos ajudar a alinhar melhor os recursos que filantropos e formuladores de políticas estão investindo para mover as pessoas ao longo das curvas de adoção de ensino personalizado e tecnologias educacionais.

Felizmente, tem havido um reconhecimento que precisamos nivelar investimentos em recursos digitais com a formação profissional. Porém, para as ferramentas e modelos que menos se adaptem às estruturas escolares tradicionais, é provável que precisemos investir na base – isto é, não apenas desenvolver a proficiência dos professores para seu uso, mas repensar processos como cronogramas, avaliações e alocação de recursos humanos em uma escola ou secretaria de educação.

Com essa dose de realidade, podemos começar a imaginar a adoção com maior precisão. Também podemos prever quando a adoção corre o risco de não decolar. Por outro lado, se ignorarmos os custos da adaptação e esperarmos que as escolas só vão descobrir como usar novos modelos dentro de seu paradigma atual, a promessa de novas inovações pode ficar aquém do esperado. É como tentar ligar a mangueira de uma máquina de lavar em uma tomada elétrica. Não vai terminar bem.

* Publicado originalmente no EdSurge e traduzido mediante autorização.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Genetic Engineering Will Change Everything Forever – CRISPR - Legendado




Designer babies, the end of diseases, genetically modified humans that never age. Outrageous things that used to be science fiction are suddenly becoming reality. The only thing we know for sure is that things will change irreversibly.

Support us on Patreon so we can make more videos (and get cool stuff in return): https://www.patreon.com/Kurzgesagt?ty=h

Kurzgesagt merch here: http://bit.ly/1P1hQIH

Get the music of the video here:

soundcloud: http://bit.ly/2aRxNZd
bandcamp: http://bit.ly/2berrSW
http://www.epic-mountain.com

Thanks to Volker Henn, James Gurney and (prefers anonymity) for help with this video!

THANKS A LOT TO OUR LOVELY PATRONS FOR SUPPORTING US:

Jeffrey Schneider, Konstantin Kaganovich, Tom Leiser, Archie Castillo, Russell Eishard, Ben Kershaw, Marius Stollen, Henry Bowman, Ben Johns, Bogdan Radu, Sam Toland, Pierre Thalamy, Christopher Morgan, Rocks Arent People, Ross Devereux, Pascal Michaud, Derek DuBreuil, Sofia Quintero, Robert Swiniarski, Merkt Kızılırmak, Michelle Rowley, Andy Dong, Saphir Patel, Harris Rotto, Thomas Huzij, Ryan James Burke, NTRX, Chaz Lewis, Amir Resali, The War on Stupid, John Pestana, Lucien Delbert, iaDRM, Jacob Edwards, Lauritz Klaus, Jason Hunt, Marcus : ), Taylor Lau, Rhett H Eisenberg, Mr.Z, Jeremy Dumet, Fatman13, Kasturi Raghavan, Kousora, Rich Sekmistrz, Mozart Peter, Gaby Germanos, Andreas Hertle, Alena Vlachova, Zdravko Šašek

SOURCES AND FURTHER READING:

The best book we read about the topic: GMO Sapiens

https://goo.gl/NxFmk8

(affiliate link, we get a cut if buy the book!)


– Good Overview by Wired:
http://bit.ly/1DuM4zq

–timeline of computer development:
http://bit.ly/1VtiJ0N

– Selective breeding:
http://bit.ly/29GaPVS

– DNA:
http://bit.ly/1rQs8Yk

– Radiation research:
http://bit.ly/2ad6wT1

– inserting DNA snippets into organisms:
http://bit.ly/2apyqbj

– First genetically modified animal:
http://bit.ly/2abkfYO

– First GM patent:
http://bit.ly/2a5cCox

– chemicals produced by GMOs:
http://bit.ly/29UvTbh
http://bit.ly/2abeHwU
http://bit.ly/2a86sBy

– Flavr Savr Tomato:
http://bit.ly/29YPVwN

– First Human Engineering:
http://bit.ly/29ZTfsf

– glowing fish:
http://bit.ly/29UwuJU

– CRISPR:
http://go.nature.com/24Nhykm

– HIV cut from cells and rats with CRISPR:
http://go.nature.com/1RwR1xI
http://ti.me/1TlADSi

– first human CRISPR trials fighting cancer:
http://go.nature.com/28PW40r

first human CRISPR trial approved by Chinese for August 2016:
http://go.nature.com/29RYNnK

– genetic diseases:
http://go.nature.com/2a8f7ny

– pregnancies with Down Syndrome terminated:
http://bit.ly/2acVyvg
( 1999 European study)

– CRISPR and aging:
http://bit.ly/2a3NYAV
http://bit.ly/SuomTy
http://go.nature.com/29WpDj1
http://ti.me/1R7Vus9

Help us caption & translate this video!

http://www.youtube.com/timedtext_cs_p...


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=jAhjPd4uNFY

360° Climbing Giants | National Geographic



Climb to the top the biggest trees on earth with National Geographic VR. Deep inside Sequoia & Kings Canyon National Parks a team of scientists are studying how these 3,000-year-old trees are reacting to sudden climate change. This is truly specular journey you’ve got to see to believe.
➡ Subscribe: http://bit.ly/NatGeoSubscribe
Check out Part 2 - 360° Climbing Giants | National Geographic: https://youtu.be/jTN5lr877Cw

About National Geographic:
National Geographic is the world's premium destination for science, exploration, and adventure. Through their world-class scientists, photographers, journalists, and filmmakers, Nat Geo gets you closer to the stories that matter and past the edge of what's possible.

Get More National Geographic:
Official Site: http://bit.ly/NatGeoOfficialSite
Facebook: http://bit.ly/FBNatGeo
Twitter: http://bit.ly/NatGeoTwitter
Instagram: http://bit.ly/NatGeoInsta

Produced by BLACK DOT FILMS VR for National Geographic Partners.
© 2016 National Geographic Partners, LLC. All Rights Reserved.

Photo by Anthony Ambrose © 2016

360° Climbing Giants | National Geographic
https://youtu.be/f7wTolIlK_s

National Geographic
https://www.youtube.com/natgeo


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=f7wTolIlK_s

360° Giant Sequoias on a Changing Planet – Part 2 | National Geographic





Join scientists Wendy Baxter and Anthony Ambrose in 360° VR… high atop the biggest trees on earth as they race to understand how these thirsty giants will cope with a rapidly changing climate.
➡ Subscribe: http://bit.ly/NatGeoSubscribe
➡ Check out Part 1 - 360° Climbing Giants | National Geographic: https://youtu.be/f7wTolIlK_s


About National Geographic:
National Geographic is the world's premium destination for science, exploration, and adventure. Through their world-class scientists, photographers, journalists, and filmmakers, Nat Geo gets you closer to the stories that matter and past the edge of what's possible.

Get More National Geographic:
Official Site: http://bit.ly/NatGeoOfficialSite
Facebook: http://bit.ly/FBNatGeo
Twitter: http://bit.ly/NatGeoTwitter
Instagram: http://bit.ly/NatGeoInsta

Produced by BLACK DOT FILMS VR for National Geographic Partners.
© 2016 National Geographic Partners, LLC. All Rights Reserved.

Anthony Ambrose © 2016

360° Giant Sequoias on a Changing Planet – Part 2 | National Geographic
https://youtu.be/jTN5lr877Cw

National Geographic
https://www.youtube.com/natgeo


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=jTN5lr877Cw 

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Núcleo de Tecnologia Educacional de Coxim - Tutorial Prezi


Cadastro no Prezi 

Núcleo de Tecnologia Educacional de Coxim

Nesta videoaula vocês irão aprender a realizar o cadastro em uma conta pública no Prezi.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=gOEx3foPGJo



Tutorial Prezi - Parte 1
Núcleo de Tecnologia Educacional de Coxim

 Neste vídeo, são apresentadas as possibilidade de edições a partir de um modelo do Prezi, como inserir, textos, imagens e vídeos, como incluir e organizar elementos na trilha de zoom e ainda como compartilhar a sua apresentação Prezi de forma remota, colaborativa e link de visualização pública.


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=LxOMMoNVhiQ





Tutorial Prezi - Parte 2
Núcleo de Tecnologia Educacional de Coxim

 Neste tutorial será apresentado a possibilidade de elaborar uma apresentação a partir de um modelo em branco incluindo na mesma, slides já prontos do Power Point, além de outras configurações, formatações e personalizações que não foram apresentadas no primeiro tutorial, como: personalizar o tema, inserir um plano de fundo, inserir símbolos e formas e ainda excluir itens adicionados a trilha de zoom .

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=CJcg9WjPOM4




Tutorial Prezi - Parte 3
Núcleo de Tecnologia Educacional de Coxim

Serão apresentadas neste vídeo orientações de como inserir documento PDF, layouts de molduras e música como plano de fundo no Prezi.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=N7nwPXVU99o



Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=LxOMMoNVhiQ

La urbanización y la evolución de las ciudades a través de 10.000 años - Vance Kite


TED en Español

Para ver la lección completa, visita: http://ed.ted.com/lessons/urbanizatio...

Hace unos 10.000 años, los cazadores-recolectores, ayudados por la agricultura rudimentaria, se mudaron a aldeas semipermanentes y nunca miró hacia atrás. Con los nuevos acontecimientos vinieron excedentes de alimentos, lo que lleva al comercio, la especialización y, muchos años después con la Revolución Industrial, la ciudad moderna. Vance Kite traza urbana nuestro pasado y cómo podemos esperar que las ciudades del futuro para adaptarse a nuestras poblaciones en crecimiento.

Lección de Vance Kite, animación de ATMG Studio.


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=dYYL9SrzEuM

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Are GMOs Good or Bad? Genetic Engineering & Our Food - Legendado



Are GMOs bad for your health? Or is this fear unfounded?

Support us on Patreon so we can make more videos (and get cool stuff in return): https://www.patreon.com/Kurzgesagt?ty=h

Kurzgesagt merch here: http://bit.ly/1P1hQIH


Get the music of the video here:
Soundcloud: http://bit.ly/2okalIy
Bandcamp: http://bit.ly/2nCOQnR
Facebook: https://www.facebook.com/epic-mountai...

THANKS A LOT TO OUR LOVELY PATRONS FOR SUPPORTING US:

Richard Martinez, Festive Madman, Christopher Jimenez, William Robertson, Peter, Christin Paul, Sitong Li, Noah T Blanchard, conquesttintin, Lukas Schopphoff, Vivian Wagner, Leon Klang, Max Wahrhaftig, Adrià, Vila Ruaix, Christian Fiedler, Adam Martin, Benjamin Bethea, Robert Smith, Stif, Alexandria Walters, Jack Neubauer, Gabriele Simeone, ComradKing, Michael Malocha, Paul Rozs, Mark Provan, oskars, Dar, Daria Blednova, Joshua Smith, Ke2theKe, Constantin-Marius Jaeck, Christopher Davidson, DK DK, Jon, Richter, Nova Kane, Someone, David Joseph, nsa smith, Husita, Robert Arnaud, SG2 Infinity, Jawnan, Dan Lukas Lundh, Jose Retana, Jake wirtanen, Abdulaziz Al-Kuwari, Roy Malamud, Krishna Yogi, Gonçalo Marques, Duke spork, itamar steigrad, I3aneFuL, Georg Kranz, Shiro Kawa, Janet Kim, Santina Lin, Chris Serdaris, Occam, Radek Starý, Abraham Callahan, Brent Charles, Emil Kampp, Scott Chamberlin-Wibbeke, Sebastian Gemal Vitting, Ray Jobbins, Jacques Quail, Scott Yanos, Tim Preuß, Attila Bögözi, Tarot, Noah Fechter-Dickson, Bogdan Bucur, James Bell, Jarek, Noah T-Blanchard, Adriana Vila

SOURCES:

#What is natural:

GM insulin:
http://bit.ly/2ncHaW5

Genetic engineering for thousands of years:
http://bit.ly/2eCHKfi
http://bit.ly/2mLCvPm

CRISPR:
http://bit.ly/2ncI2uN

# Are GMOs bad for your health
GMOs and gene flow:
http://bit.ly/2bKauBe

terminator seeds:
http://n.pr/2o0ADSZ
http://bit.ly/2obZ9NS

Plants that are destined to be eaten are evaluated by different agencies
http://bit.ly/2mLbU5g
http://bit.ly/2nGPtNy
http://bit.ly/2ncMXf0

GMOs are safe– various studies and reports by respected authorities:
National Academies of Science, Engineering and Medicine:
http://bit.ly/2o0IT55

An overview of the last 10 years of genetically engineered crop safety research:
http://bit.ly/2ot8tfH

Letter of 110 Nobel laureates vouching for GMOs:
http://bit.ly/295Nvg1

WHO:
http://bit.ly/1slbfSV

Various others:
http://bit.ly/1pEOq9T
http://bit.ly/1xq9iGn
http://bit.ly/14XU8yl
http://pewrsr.ch/1LqMLAe
http://bit.ly/2nduCOV
http://bit.ly/20BHOsU

Bt crops:
http://bit.ly/2nd9rg8

herbicide-resistant crops:
http://bit.ly/2o5kdJk
http://bit.ly/2o5nSGQ

# What good GMOs can do

Bt eggplants:
http://bit.ly/2nHbdsW
http://bit.ly/2nvmg89

Gm papaya:
http://bit.ly/2nbN0ab
http://bit.ly/2nvl6cz
http://bit.ly/2ndxPy0

# Look in the crystal ball:

drought-resistant crops:
http://bit.ly/2mLmnxf

plants that produce more nutrients:
http://bbc.in/1WxsfnJ

vitamin-fortified banana:
http://bit.ly/1MKS0sJ

nitrogen-fixing crops:
http://bit.ly/2mLN9Wn
http://bit.ly/2nc9mrZ

Chestnut tree:
http://bit.ly/1VqkL2D

Potential for landsparing:
http://go.nature.com/2oc18Sp
http://bit.ly/1T1J2NX

# Further reading:

Bt cotton in India:
http://bit.ly/2nH5AdZ
http://bit.ly/1JQKG1u

Article on popular science:
http://bit.ly/2o5oVqp

Blog series on GMOs:
http://bit.ly/2o18w5X

Ecomodernist manifesto:
http://bit.ly/1PSVE6n


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=7TmcXYp8xu4

As escolas de educação infantil com arquitetura mais inovadora de 2017

Prêmio Architizer Awards celebra o melhor da arquitetura e do design mundial, incluindo projetos pensados para a educação. Nesta galeria, separamos as escolas finalistas e as vencedoras pelo júri de especialistas e também pelo voto popular. 

por Vinícius de Oliveira

 
http://porvir.org/escolas-de-educacao-infantil-arquitetura-mais-inovadora-de-2017/

A creche e jardim de infância KM ocupa uma área onde havia uma instituição decadente na cidade de Izumi, ao sul da província de Osaka, no Japão. O projeto venceu a categoria Institutional – Kindergartens do Architizer Awards 2017 – Crédito: HIBINOSEKKEI+Youji no Shiro 

Clique no link para ver toda a galeria!

http://porvir.org/escolas-de-educacao-infantil-arquitetura-mais-inovadora-de-2017/ 

Fonte:  http://porvir.org/escolas-de-educacao-infantil-arquitetura-mais-inovadora-de-2017/

terça-feira, 11 de abril de 2017

Geordie Rose - Quantum Computing: Artificial Intelligence Is Here




Geordie Rose, Founder of D-Wave (recent clients are Google and NASA) believes that the power of quantum computing is that we can `exploit parallel universes’ to solve problems that we have no other means of confirming. Simply put, quantum computers can think exponentially faster and simultaneously such that as they mature they will out pace us. Listen to his talk now!

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=PqN_2jDVbOU

[VII Seminário de Privacidade] Workshop: Exposição de Crianças e Adolescentes no Mundo Digital



Exposição de Crianças e Adolescentes no Mundo Digital e seus impactos
Moderadora: Karen Borges (NIC.br)
Rodrigo Nejm (Safernet)

A 7ª edição do Seminário de Proteção à Privacidade e aos Dados Pessoais foi promovida pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

O evento aconteceu nos dias 24 e 25 de agosto de 2016 em São Paulo, voltado a profissionais da área jurídica e da comunidade técnica, além dos interessados em discutir o tema.

Confira mais informações em http://seminarioprivacidade.cgi.br/

Fonte: https://www.youtube.com/channel/UCscVLgae-2f9baEXhVbM1ng

Conteúdos da FTD serão integrados à plataforma de educação do Google


Parceria anunciada nesta segunda-feira (10) levará conteúdos teóricos e exercícios para o pacote de aplicativos que pretende facilitar a vida do professor

por Vinícius de Oliveira 
A FTD Educação e o Google anunciaram nesta segunda-feira (10) uma parceria que levará conteúdos didáticos da editora para dentro da plataforma Google Education, pacote de aplicações com o Drive (para armazenamento de dados), o Calendário e o Sala de Aula, que permite ao professor gerenciar tarefas escolares, acompanhar a execução de trabalhos e tirar dúvidas em tempo real. A partir de agora, escolas que já acessam conteúdos por uma plataforma própria da FTD vão começar um período de transição e, em 2018, todos os exercícios e materiais serão oferecidos exclusivamente no novo ambiente.

“Há 115 anos, as primeiras obras que publicamos no Brasil foram trazidas da França, adaptados para as escolas brasileiras. Temos essa tradição secular de oferecer livros impressos e há cinco anos começamos a empreender na frente digital. Quando começamos esse desenvolvimento, não existia nenhuma solução que a gente pudesse utilizar, ainda mais gratuita como é a do Google. De acordo com a avaliação econômica e financeira, a gente acabou criando uma solução dentro de casa. Obviamente, desenvolver jogos, criar tecnologia e desenhar código não está no nosso negócio”, disse Antonio Rios, diretor superintendente da FTD Educação.

Do outro lado, o Google se diz aberto à chegada de conteúdo. “A amplitude da parceria é muito grande, pois alia conteúdos, metodologia e inovação com um plano de ação e um caso de uso bem definidos para sala de aula”, diz Rodrigo Pimentel , diretor do Google for Education no Brasil. Entre outras novidades, o pacote de aplicativos Google vai começar a conversar com um banco de mais de 100 mil questões com séries históricas de vestibulares de diversas instituições, do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e de criação da equipe interna da FTD, que são atualizadas constantemente e disponibilizadas a 10 mil escolas privadas e a um número de equivalente de instituições públicas de secretarias parceiras.

Segundo a editora, também está em jogo com a parceria um esforço para facilitar a vida do professor, seja com a parte técnica do aplicativo em sala de aula, ou com a seleção de conteúdos realizada previamente pelo grupo editorial. “Embora haja muito conteúdo disponível, o trabalho do professor para localizar o conteúdo que precisa para uma dinâmica é muito complexo e, em geral, ele não tem condições de fazer, seja por sua formação ou pela falta tempo. Para que a educação real aconteça, é fundamental entregar um conteúdo que já tenha passado por pessoas que tenham pensado no concatenamento, no nível de vocabulário adequados e se desafios propostos estão condizentes com os conceitos trabalhados com as crianças. Um professor autônomo pode usar o que ele quiser, mas a maioria precisa desse tipo de material”, diz Fernando Fonseca, gerente de inovação e novos negócios da FTD.
Com a parceria, a atualização de conteúdos de atualidades poderá chegar à conta dos alunos e professores em até três semanas, após preparo por uma equipe pedagógica. Se receber vídeos ou extras interativos, uma semana a mais é adicionada ao processo. De qualquer forma, é um prazo muito menor que a espera por uma nova versão de um livro didático, que pode levar até um ano para ser atualizado ou dois, caso a editora decida criar uma obra totalmente nova.

A FTD não divulgou modelo de assinatura para escolas ou redes de ensino.

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Lançamento de indicadores e novos recursos educacionais - CGI.br, NIC.br, e SaferNet Brasil, com parceria Google promoveram um dia de atividades em relação ao Dia da Internet Segura. Diretores(as), Professores(as), Pais, assistam!!!



O Dia da Internet Segura foi promovido mundialmente em 7 de fevereiro de 2017.

Em São Paulo, o CGI.br, NIC.br, e SaferNet Brasil, com parceria Google, promoveram um dia de atividades que contou com lançamento de Guias educativos, divulgação de estatísticas, vídeos sobre segurança on-line produzido por youtubers e debates com especialistas.
Mais informações em http://www.safernet.org.br/site/sid2017


Transformar 2017: inovação na escola precisa do envolvimento do estudante


Educadores do Brasil e do exterior destacaram em evento em São Paulo os benefícios do protagonismo estudantil nas práticas pedagógicas

por Vinícius de Oliveira 4 de abril de 2017

Este conteúdo é relacionado ao evento Transformar
 
O que começou como um bate-papo informal logo se tornou um raio-X sobre a situação de muitas escolas brasileiras. Ana Clara Nunes,14, Arthur Rezende, 16, Cecília Azevedo, 16, Débora Pessoa, 18, e Derivaldo Jr., 19, abriram o Transformar 2017, maior evento sobre inovação em educação do país, com relatos sobre suas realidades: carência de laboratórios e acesso à tecnologia, escolas mais parecidas com prisões, e que ainda recebem alunos em salas de aulas quentes e com cadeiras desconfortáveis. Realizado nesta terça-feira (4) em São Paulo (SP), o evento é organizado pelo Instituto Inspirare/Porvir, Fundação Lemann e Instituto Península, e convidou, pela primeira vez, alunos das cinco regiões brasileiras para abrir a programação.

A fala dos estudantes, no entanto, deixou claro que os jovens querem mais do que uma infraestrutura melhor, mas desejam um ensino conectado com o mundo no século 21, atividades práticas, interação com a comunidade e participação nas instâncias de decisão da escola, como mostram as pesquisas Nossa Escola em (Re)Construção e Manifesto Voz do Jovem, cujos resultados foram apresentados por eles. Ao final do painel, fizeram o convite “Nós estamos preparados para a mudança, e vocês?”. Foi a deixa para a sequência do evento, que trouxe experiências de sucesso em sala de aula tanto no Brasil quanto do exterior. Em comum, todas colocam o estudante como protagonista de seu aprendizado, com maior ou menor grau de adoção de tecnologia.


Isso ficou claro desde a fala de Helen Walsh e Rachel Weiss, do Seattle Public School Disctricts (EUA), e de Willman Costa, do Colégio Estadual Chico Anysio, no Rio de Janeiro, que dividiram o palco no painel “É possível desenvolver competências para o século 21 na escola”. Na rede dos EUA, foi colocado em prática um programa que promove o autoconhecimento do estudante, que resulta em intervenções personalizadas dos professores para ajudá-los a lidar com suas emoções. No Rio, Willman Costa usa os conhecimentos dos próprios alunos para mudar as avaliações, que ganham letras de funk (“Quem disse que a escola tinha quer ser difícil?”), e promove sessões de aconselhamento para alertar jovens para os riscos das drogas. “A gente não está preocupado com o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), mas em formar cidadãos. Sempre digo que o gênio que não sabe lidar com as pessoas ficará desempregado”. Como resultado de seu trabalho, a escola registra evasão zero e tem mais da metade dos alunos ingressando em universidades públicas.

Acreditar nos alunos é a recomendação de Michael de Souza, diretor da escola de design Leadership Public Schools, na Califórnia, para que eles sejam bem sucedidos. “Nenhuma inovação funciona se não acreditarmos que todas as crianças são maravilhosas e capazes de qualquer coisa”. Para o educador, que é o primeiro da família com curso superior, é preciso valorizar autoestima dos alunos e dizer constantemente a eles que podem e devem ir para a faculdade. Segundo ele, em sua escola, professores e funcionários procuram manter um diálogo e uma relação próxima com os alunos.

Jill Lizier, professora da Swasey Central School, no estado de New Hampshire, que participou do painel “Prêmios, brincadeiras, portfólios: novas formas de avaliar a aprendizagem”, acredita que para engajar seus alunos é preciso conectar os aprendizados com a vida real. Ela mostrou como criou avaliações significativas, nas quais apresenta desafios com propósito para estudantes demonstrarem suas competências cognitivas e socioemocionais.

Envolver alunos em atividades práticas também é a filosofia da High Tech High, rede de escolas charter (públicas com administração privada) localizada na Califórnia (EUA). Tim McNamara, diretor da unidade de Chula Vista, e responsável por criar projetos de curso em esquetes teatrais, jornalismo, tradução de poesia e design de jogos, trouxe a mensagem para inspirar aqueles que ainda estão dando os primeiros passos na metodologia de projeto. “Sempre que você puder deixar o aluno assumir a liderança, deixe!”, disse.

Da Green School, escola localizada em Bali, na Indonésia, a professora de inglês, dramaturgia e yoga Nicola Unite, trouxe o recado de que uma educação sustentável é aquela que alimenta a consciência interior. No Transformar, ela dividiu o palco “Escolas sustentáveis que educam para a sustentabilidade” com o diretor Valnei Alexandre, do Colégio Estadual Erich Walter Heine, no Rio de Janeiro (RJ), primeira escola da América Latina a receber “selo verde”. “Educar para a sustentabilidade precisa de um modelo que analisa o aluno de forma integral”, ressaltou Nicola.
Por outro lado, o sucesso escolar dos estudantes depende de altas expectativas que professores e diretores têm a respeito deles, como lembrou Nicholas Kim (leia entrevista com ele no Porvir) , diretor executivo da unidade Tahoma da rede de escolas charter Summit Public Schools, da Califórnia, durante a palestra final do Transformar 2017. Em uma fala que se conecta com o espírito dos jovens que se veem parte da solução e não dos problemas na educação, Kim disse: “Se a gente der autonomia para as pessoas atingirem suas metas, coisas incríveis vão acontecer”.

Fonte: http://porvir.org/transformar-2017-inovacao-na-escola-precisa-envolvimento-estudante/

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Hubble Space Telescope - Amazing!!!! Unforgettable pictures!!!

http://www.spacetelescope.org/images/viewall/

Example:




4K | ORION - Travel in Time (1350 Light Years Away) Fantastic!!!



This video takes a quick look at a new image of one of the coolest bits of the night sky — the Orion Nebula. By observing in infrared light the VISTA survey telescope at ESO’s Paranal Observatory in Chile can see through the dust and this allowed astronomers to catalogue nearly 800 000 objects in this region, young stars, strange outflows and very distant galaxies.

Credit:
ESO.

Visual Design and Editing: Martin Kornmesser and Luis Calçada.
Music: Jennifer Athena Galatis
Final Edit: J.A.G
Footage and photos: ESO, G. Hüdepohl (atacamaphoto.com), ESO/VISION survey/N. Risinger (skysurvey.org) and B. Tafreshi (twanight.org).
Executive producer: Lars Lindberg Christensen.


LINKS

ESO Supernova Planetarium
https://supernova.eso.org/

IMDB
http://www.imdb.com/title/tt5051184/

Official Website
http://biospherethemovie.com/

Amazon Prime
https://www.amazon.com/dp/B01M7SWBLP/...

ESO - The European Southern Observatory
http://www.eso.org/public/

ESA \ Hubble
http://www.spacetelescope.org/

Visit us on Facebook
https://www.facebook.com/galamediafilms/

My Twitter
https://twitter.com/Jennifergalatis

Snapchat
athenagala

My Website
http://www.jennifergalatis.com/

Gala Media
https://jennifergalatis.wixsite.com/g...

Patreon
https://www.patreon.com/jennifergala


Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=cZDxMEjGGEA